domingo, 16 de março de 2008

O que somos? O que fazemos aqui?


Bem não somos nenhuma identidade fiscal, bancária, religiosa, criminosa (duvidoso) muito menos policial. Somos uma tuna, a Tuna Feminina da Universidade Lusíada do Porto.
Mas o que é isso de ser uma Tuna?
Para responder a esta pergunta fomos ao Google e escrevemos "definição de tuna".

"Uma tuna é um agrupamento musical, essencialmente composto por cordofones, cuja a origem se encontra nos antigos sopistas e pícaros de antanho, eles próprios continuadores da tradição goliarda; estudantes maltrapilhos (alguns pertencentes às classes mais baixas do clero) à cata de sustento, que se socorriam dos seus dotes musicais e artísticos para sustento dos seus estudos, folias e excessos juvenis." in http://pt.wikipedia.org/wiki/Tuna

Depois de esclarecida esta questão o que é a Tuna Feminina da Universidade Lusíada do Porto?

Neste caso, a TFULP é o tal agrupamento musical mas que por sua vez é composto por membros do sexo Feminino (excepto travestis) que tem um projecto, uma história, um futuro, tendo em conjunto a paixão pela vida académica e pela arte de bem tunar, entre outros.



História da TFULP

Reza a história que no dia 3 de Maio de 1992 se formou a Tuna Feminina da Universidade Lusíada do Porto. Fundada por um grupo de estudantes entusiastas, amantes da música e da arte de bem tunar, a TFULP fez a sua primeira actuação no Festival Internacional da Tuna Académica da Universidade Lusíada do Porto, no Teatro Sá da Bandeira, onde foi por esta, tão orgulhosamente, apadrinhada.

Ao longo destes quase 17 anos de existência foram muitas as aparições desta Tuna. Todas elas são hoje recordadas com carinho e saudade mas sobretudo com orgulho nas cores azul e amarelo que tão bem tentamos homenagear de cada vez que pisamos um palco.

A TFULP representa a sua Universidade não só em Portugal, mas também no estrangeiro, em inúmeros Festivais e Encontros de Tunas... disto mesmo, são exemplo a nossa viagem ao arquipélago da Madeira em Abril de 2002, a nossa viagem a pedido do Ministério da Cultura da República de Cabo Verde, em Abril de 2000, para aí representar, mais uma vez, não só a nossa cultura, como também o espírito académico e jovial. Ainda com saudade, lembramos também, não só a nossa digressão ao Brasil, nomeadamente a Natal e Pipa no ano de 2004, onde fomos tão cordialmente recebidas, como também a nossa aventura sob caminhos-de-ferro até ao Rock in Rio Lisboa 2008.
A Tuna Feminina da Universidade Lusíada do Porto demonstra sempre nas canções, que tão orgulhosamente toca, o amor pela arte de “bem tunar” e pelo espírito académico. Desde músicas portuguesas, a originais nossas e a estrangeiras, a TFULP orgulha-se de ter um repertório recheado de sentimentos e emoções. Emoções estas que exaltam o verdadeiro espírito de uma Tuna Feminina onde imperam os valores da amizade, do empenho e também do orgulho em ser mulher... feminina e amante das tradições académicas...

Ao longo destes tão preenchidos anos, foram muitas as actuações e os prémios que nos fizeram sempre querer melhorar o nosso trabalho e dignificar o nome da nossa Mui Nobre Universidade. Desde prémios de Melhor Solista a prémios de Melhor Tuna no estrangeiro, como o que recebemos em terras da nossa vizinha Espanha, em Vila Nova de Arousa, vários foram os reconhecimentos da nossa dedicação. Como exemplo disso temos a conquista tão “saborosa” de 5 prémios no III BAITUNA na Póvoa de Lanhoso, no ano de 2008. Não podemos, no entanto, deixar de relembrar festivais como o VII FATFUBI, o II Scientificvs em 2007 e o V Tunalidades em Coimbra, no ano de 2009, do qual trouxemos na bagagem o prémio de Melhor Pandeireta…
Neste breve resumo da nossa vida, não podemos deixar de mencionar o nosso tão ansioso e conseguido 1.º Festival de Tunas Femininas da Universidade Lusíada do Porto que decorreu no dia 16 de Maio de 2009 no Mosteiro de S. Bento da Vitória no Porto. Um espaço indescritível de tão belo e gracioso, que acarinhou e recebeu um espectáculo que ficará para sempre nas nossas memórias e nas das tunas e público que por lá passaram.

Muitos foram os obstáculos que a nossa tuna ultrapassou... Mas não só graças à nossa força de vontade, determinação e amizade com outras Tunas com as quais mantemos uma estreita relação, nomeadamente os nossos padrinhos – Tuna Académica da Universidade Lusíada do Porto -, mas também com inúmeras instituições que sempre nos apoiaram de tantas e variadas formas, a TFULP conseguiu ao fim de quase duas décadas de existência promover o espírito da nossa Academia e mostrar que o espírito académico também passa pelas praxes e pelo amor à arte de tão bem tunar.

Podemos assim dizer que hoje somos um Tuna que faz da música a sua arte e assim será por certo e para SEMPRE…

14 comentários:

  1. Inha Dedinhos à Judeu16 de março de 2008 às 20:31

    Eu sou vossa fã desde 93 no vosso primeiro ano não era grande fã porque gostava mais de Nirvana mas são boa tuna e boas moças

    ResponderEliminar
  2. ''estudantes maltrapilhos (alguns pertencentes às classes mais baixas do clero) à cata de sustento, que se socorriam dos seus dotes musicais e artísticos para sustento dos seus estudos, folias e excessos juvenis."


    sustento dos seus estudos, ????

    ñ me lembro de deixar-mos de pagar mensalidade por pertencer á tuna mas pontos... os meus profs bem tao sempe a dizer k a net as vezes da informaçoes erradas....

    ResponderEliminar
  3. Formiguitz percebeste mal eles davam uso aos seus dotes musicais para pagar os estudos :p

    ResponderEliminar
  4. Sempre em pé Virgem Extra16 de março de 2008 às 21:41

    Quem terá sido o Cromo que escreveu este texto... Ou cromos...

    ResponderEliminar
  5. sempre em pé virgem extra16 de março de 2008 às 21:44

    Senhoras e senhores! está Aberta uma nova era de comunicação entre membros na nossa Tuna. Agora de uma forma mais chique pudemos usar o vlog... Mas para gozar c a inha continuaremos a usar o nosso querido e velho hi5 :D

    saudaçoes academicas

    ResponderEliminar
  6. Talvez um dia mais tarde um blog Tesourinhos Deprimentes da TFULP lol

    ResponderEliminar
  7. Aih aquele pau logo me seduziu...a forma como ele balouçava ao sabor do vento... os rabinhos hipopotamos a mexerem-se encantou-meeee! Parabens Tfulp!

    ResponderEliminar
  8. mas que chikesa ixto agora... ate um blog temos... uauauaua....

    ResponderEliminar
  9. Então as afilhadas também já têm blog...!!

    Força aí, é esse o espírito.

    ResponderEliminar
  10. Aproveito para vos dar os parabéns pelo blogue, esperando que ele seja mais do que um substituto de site.

    Aproveito, depois, para chamar a atenção de alguns intervenientes menos avisados que o texto retirado da wikipédia, no que toca à definição de Tuna está, por acaso, correcto (mesmo se a wikipédia é fonte muito duvidosa, na mairia dos casos)!

    Os antigos sopistas e pícaros (precursores dos Tunos, sustentavam seus estudos e barrigas através dos seus dotes artísticos e eram, de facto, estudantes maltrapilhos.

    Antes de atirar adjectivos ao autor do texto (que, por acaso, até sou eu), seri amelhor estudarem a lição, pois "de livro fechado não sai letrado", já diz o povinho!

    Termino convidando-vos a visitarem o blogue Notas&Melodias, dedicado essencialmente às Tunas.

    Abraço!

    ResponderEliminar
  11. Obrigado pelo seu comentário senhor pena. Sem a sua definição na wikipédia este blog não seria possível.

    ResponderEliminar
  12. Olá,

    Sou uma antiga tunante desta fantástica tuna, desde o início até2006. Gostava de saber se têm o contacto de outras antigas tunantes. Parabéns pelo blog.

    ResponderEliminar
  13. Sou uma ex aluna do curso de economia dessa mui nobre universidade. tenho muitas saudades da minha vida acdemica e dos amigos que fiz, conquistei e mantenho até hoje. Sou do curso de 1995-2000 o amor pelo azul e amarelo se mantem presente. Felicidades e tudo de bom para a nossa Lusiada!!!

    ResponderEliminar
  14. Estaremos sempre todos unidos pelo espírito azul e amarelo da nossa querida Lusíada.
    Obrigado pelo apreço cara colega

    ResponderEliminar